chat Online

A+

A-

Voltar

Conexão Futuro Seguro 2021: veja como foi a 1ª etapa

Por Coordenadoria de Comunicação Social   |   30 de Junho de 2021 às 11:2

Foi realizada na última terça-feira, 29 de junho, a primeira etapa do ciclo de eventos virtuais “Conexão Futuro Seguro 2021”, organizada pela Fenacor, o Sincor/AM/RR, o Sincor/PA e a ENS, exclusivamente para os Corretores de Seguros, pessoas físicas ou jurídicas (incluindo os colaboradores das Corretoras PJ), associados a esses Sindicatos, profissionais do setor que atuam na região e alunos da ENS.

Antes mesmo da abertura dessa etapa, foi apresentada a primeira grande novidade do ciclo, um verdadeiro “esquenta”, comandado por Jéssica Leão, com novidades, informações relevantes e muitas premiações oferecidas pelas empresas patrocinadoras para os Corretores de Seguros.

Em seguida, o presidente da Fenacor, Armando Vergilio, saudou os Corretores participantes, as seguradoras patrocinadoras e as instituições que apoiam o evento (Ibracor e CNseg), agradecendo ainda a participação destacada da ENS e dos Sincors na organização.

Ele anunciou que o ciclo trará muita informação, conhecimento, qualificação e aperfeiçoamento profissional e inovação. O objetivo é indicar como os Corretores de Seguros podem diversificar a atuação, sendo provedores de proteção financeiro e securitária. “Trataremos do empreendedorismo, vendas, novas oportunidades de negócios e como ficam os relacionamentos nessa nova ordem, em que é preciso aproveitar bem o digital, as ferramentas e novas tecnologias”, acrescentou Vergilio.

O presidente da Fenacor explicou ainda detalhes da relevante da ação social “Conexão Solidariedade – um amparo seguro para quem precisa”, que doará cestas básicas para famílias atingidas pela pandemia. O presidente da Fenacor incentivou os Corretores de Seguros a participarem dessa ação, lembrando que a doação poderá ser feita pelo Pix ou QR Code, que aparecerá durante as transmissões de cada etapa do ciclo. “Estamos chamando vocês para participarem dessa ação de solidariedade, fazendo sua doação para ajudar semelhante que está ao seu lado”, acentuou o presidente da Fenacor, explicando ainda que as doações feitas pelos Corretores serão destinadas a famílias dos seus respectivos estados.

Além disso, a Fenacor vai, no mínimo, dobrar o número de cestas distribuídos, garantindo uma doação além daquela feita por cada profissional, também para moradores da região.

Os presidentes da ENS, deputado Lucas Vergilio, e dos Sindicatos coorganizadores da etapa, Jair Antonio Martins Fernandes (Sincor-AM/RR) e João Braga da Silva (Sincor/PA) também saudaram os Corretores participantes. “Este é um ciclo de eventos fantástico e temos muita satisfação em participar da organização”, destacou Lucas Vergilio.

Cenário atual do mercado

O evento foi dividido em três blocos. No primeiro, os consultores Luis Rasquilha e Richard Furck falaram sobre o cenário atual no mercado e apontaram ações e posturas que os Corretores devem adotar para alavancar seus negócios.

Rasquilha destacou a importância do digital, que aproximou as pessoas e facilitou o trabalho do Corretor, permitindo que profissionais ampliem consideravelmente a sua área de atuação sem necessidade de longos deslocamentos. “O Corretor de Seguros pode morar em Porto Alegre e ter clientes em Recife”, exemplificou.

Para ele, o mundo viveu na última década, encerrada em 2020, a sua maior transformação, iniciada com a chegada dos smartphones, que trouxeram a conectividade. Esse novo cenário se consolidou com a pandemia. “Hoje, todos dependem da conectividade, fenômeno que trouxe a transformação comportamental. A pandemia acelerou esse processo. Falavam que o home office não funcionava, que as áreas comerciais não teriam sucesso sem venda presencial. Mas, de repente, fomos obrigados a nos reinventar”, frisou.

Já na avaliação de Richard Furck, o Corretor está diante de profundas mudanças, seja na forma de pensar do consumidor, na regulação e em consequência das novidades tecnológicas, que “podem revolucionar o mercado”.

Dessa forma, ele sugere que corretor interaja com o cliente o tempo todo, usando para isso o digital e as redes sociais. “Algumas da maiores empresas do mundo, inclusive de seguros, não têm mais sede. Então, corretor, a sua sede agora pode ser o seu site. O cliente olha para o site e enxerga o seu tamanho”, afirmou.

Furck destacou ainda que o corretor tem que buscar ser, simultaneamente, o empreendedor, o administrador e o técnico e ter uma estrutura para vender o que o cliente quer, na hora que ele precisar.

Logo depois, houve a apresentação de outra grande novidade, o “Connection Talk”, mediado pelo professor Mauriício Tadeu e com as participações de executivos da Bradaesco, Luciano Lacerda; MAG (Alfeu Marchi; e SulAmérica (Luciano Lima).

Eles falaram sobre oportunidades de negócios e desafios para os Corretores de Seguros da região, com base em dados sociais e econômicos da região.

No encerramento da etapa, mais um momento muito aguardado pelos Corretores de Seguros participantes: os presidentes do Sincor-AM/RR e do Sincor/PA premiaram profissionais locais com um smartphone e um notebook, de última geração, além de bikes.

Próximas etapas 

Após o evento desta terça-feira, serão realizadas mais oito etapas regionais, organizadas pela Fenacor, os Sincors locais e a ENS, além de um grande evento nacional, no dia 31 de agosto.

O próximo encontro, marcado para terça-feira, 6 de julho, está sendo organizado exclusivamente para Corretores de Seguros de Rondônia, Acre e Tocantins, associados aos seus respectivos sindicatos. As inscrições já podem se feitas no hotsite do evento: https://www.conexaofuturoseguro.com.br/

Outras Notícias

15/21/2021 - 11:21

Riscos Cibernéticos: live tirou dúvidas e explicou detalhes da modalidade

ler mais

14/30/2021 - 10:30

Programas explicam contratos de seguros e como potencializar vendas

ler mais

13/25/2021 - 02:25

Data Science e Inteligência Artificial são temas de pós-graduação

ler mais

11/25/2021 - 03:25

Dicas e fatores de sucesso para empreendedores foram abordados no Circuito de Insurtech

ler mais