chat Online

Estou em:

A+

A-

Voltar

Estudo sobre mulheres é destaque em evento sobre diversidade

Por Coordenadoria de Comunicação Social   |   30 de Setembro de 2019 às 14:9

A diretora de Ensino Técnico da Escola Nacional de Seguros (ENS), Maria Helena Monteiro, teve mais uma oportunidade para apresentar os resultados do 3º Estudo “Mulheres no Mercado de Seguros no Brasil”, lançado pela ENS no início de setembro, na Conseguro. Dessa vez, a executiva falou na segunda edição do Dive In, evento que, neste ano, teve como tema “Impactos das políticas de diversidade nas organizações – casos práticos”.
 
Organizado pela Associação das Mulheres do Mercado de Seguros (AMMS), o Dive In aconteceu nos auditórios da ENS, em São Paulo (SP) e no Rio de Janeiro (RJ), nos dias 24 e 26 de setembro, respectivamente. No Rio, compareceram mais de 70 pessoas, que debateram a diversidade e a inclusão no mercado securitário.
 
As atividades foram abertas pelo CEO do Lloyd’s Brasil, Marco Castro, que falou sobre os objetivos do evento. “A edição deste ano continua estimulando os participantes a passar da conscientização, que foi onde o Dive In começou, para além disso. Queremos proporcionar momentos de visão e inspiração juntamente com conhecimento e ferramentas para que vocês retornem às suas empresas e ajudem a fazer uma diferença tangível na construção de culturas inclusivas que também sejam boas para os negócios”, comentou.
 
Em seguida, Maria Helena iniciou sua palestra abordando a presença das mulheres em cargos executivos no setor, ao analisar dados quantitativos, como disparidade de cargos de acordo com gênero, tempo de empresa, horas de treinamento e idade; e qualitativos, como opiniões femininas sobre o aumento na igualdade de tratamento e de oportunidades no mercado, crença na diferença de competência entre homens e mulheres, entre outros.
 
Diversidade e igualdade ganham espaço no setor

A diretora enfatizou o principal dado positivo do novo estudo, que identificou a redução do desequilíbrio nos cargos de alto escalão. Hoje, há uma mulher executiva para cada três homens nas seguradoras. Em 2012 (ano da primeira pesquisa), essa relação era de uma para quatro. No nível de gerência, 53,5% dos postos são ocupados por homens, contra 46,5% de mulheres. Neste quesito, também houve avanço importante: em 2012, elas exerciam 41% dos cargos nessa faixa. “É provável que, no próximo estudo, vejamos uma curva ainda mais ascendente nas carreiras femininas”.
 
Outro aspecto destacado pela executiva foi o retorno da mulher ao mercado de trabalho após a maternidade. “Esse é um assunto preocupante, pois, ao final do primeiro ano após o retorno ao trabalho, há, em média, evasão de 10% a 15%. Esse é um problema sério, tendo em vista que as seguradoras estão perdendo muitas mulheres que poderiam fazer carreira, o que não acontece porque não se sentem acolhidas ou por não conseguirem conciliar trabalho e filho pequeno, já que, por mais que as novas gerações estejam mudando isso, ainda é muito arraigado que a responsabilidade de cuidar dos filhos é da mulher”.
 
Maria Helena encerrou sua palestra dando sugestões para as mulheres, para as seguradoras e para o mercado de seguros como um todo, para que a participação feminina em altos cargos do setor continue crescendo. “As mulheres, assim como os homens, precisam se manter atualizadas e, além da preparação técnica, necessitam também de preparação emocional para enfrentar os problemas adicionais que aparecem ao longo do caminho. As seguradoras devem trabalhar ainda mais a diversidade na cultura da empresa para mudar o mindset vigente e, consequentemente, mudar a cultura que nos cerca. Já o mercado, precisa aprimorar a presença da mulher no setor securitário, por meio de fóruns de discussão, por exemplo”, concluiu.
 
A outra palestra da noite coube à consultora de Treinamentos Sênior da Mais Diversidade, Elaine Terceiro, que abordou o tema “Importância da Igualdade de Gênero no Mercado e como Aplicar mais Diversidade nas Empresas”. Ao final, Elaine e Maria Helena participaram de painel de debates com Fernanda Rafaela Grossklags (diretora de Pessoas do IRB Brasil RE), Luciana Camozzato (diretora de Pessoas da Icatu Seguros), Thereza Moreno (vice-presidente & CFO da Prudential do Brasil) e Solange Beatriz (diretora de Relações de Consumo e Comunicação da CNseg). Elas explicaram as políticas de diversidade e igualdade de gênero já aplicadas nas empresas onde atuam e discutiram maneiras de aumentar a presença feminina e de pessoas com deficiência no setor.

Outras Notícias

11/08/2019 - 10:08

Encontro promoveu alinhamento com coordenadores e professores

ler mais

10/53/2019 - 01:53

Grandes organizações demandam líderes em cargos gerenciais

ler mais

09/19/2019 - 02:19

Lançado MBA sobre Transformação Digital no setor

ler mais

08/21/2019 - 12:21

Em ascensão, mercado de seguros chileno prepara brasileiros

ler mais